Buscar em     por     
     Minha Conta/Login | Publicidade | Contato     

     Home    PUBLICAR   CADASTRO   Pets Brasil   Postais   Busca RS   Ajuda










  Categorias

Ver Todas as Categorias

Procurar por municípios


  Serviços

Procura um novo amor? Cadastre-se grátis no Cupido BR

Mande postais gratuitos do RS e de todo o país. Agende eventos


  Destacados


Dr. MARCO TÚLIO VICHINSKI ROCHA



     

Você está aqui:   Home > Cultura > Eu, Autor > Contos

Título : Pereiropolitano X Guarany (Um ano em Pereirópolis II)
Autor: Volmar Camargo Junior
Cidade: Canela

Comentários | Adicionar a Favoritos | Outros Itens deste Usuário | Enviar a Amigo | Reportar Abuso


Page Views: 1068
Publicação: 17/07/2008
 

Gre-nal? Que nada! O maior clássico futebolístico de Pereirópolis é o Guá-Perê: Sport Club Guarany versus Grêmio Desportivo Pereiropolitano. Essa começou muito antes de existir o futebol. Aliás, muito antes de Pereirópolis ser uma cidade. Ainda era o tempo da Vila da Pereira.

Muitos dos senhores da Vila da Pereira estavam se acostumando com a paz depois da Revolução Farroupilha quando estourou a Guerra do Paraguai. Em poucos anos, depois de 1865, muitos homens da Vila da Pereira se alistaram, desses que anos depois viraram nome de avenida – os Voluntários da Pátria. Findo o conflito, seis anos depois, aconteceu um fenômeno muito peculiar: alguns dos sobreviventes trouxeram de volta ao Rio Grande entre os espólios de guerra algumas mulheres paraguaias, prisioneiras de guerra. Eram soldadas que lutaram ao lado dos maridos, de igual para igual. Subjugadas e famintas, acabaram capturadas pelos vencedores. Na Vila da Pereira, um pequeno grupo foi instalado do outro lado do rio Macaco, em um povoado. Obviamente, o lugar cresceu com tantos bastardinhos que nasciam do lado de lá, e do lado de cá, entre as esposas dos ex-combatentes costumou-se chamar o tal povoado “Vila das Paraguaias”.

Os anos passaram e a Vila da Pereira virou Pereirópolis. A Vila das Paraguaias, incorporada à sua área territorial, desenvolveu-se praticamente com uma cidade à parte, com hábitos, arquitetura e até um sotaque diferente. À medida que a Guerra do Paraguai ficava mais e mais distante no tempo, esqueciam-se também os motivos da rixa entre as duas “vilas”, embora a rivalidade entre elas persistia, e se intensificava.

Mas a coisa começou a ficar feia mesmo lá por 1920, quando foi fundado o Grêmio Desportivo Pereiropolitano, e o primeiro time de futebol local. Era óbvio que nenhum rapaz da Vila das Paraguaias conseguia sequer entrar nos portões do clube, quanto mais jogar no time. Foi aí que surgiu, uns dois anos depois, o Sport Club Guarany, na Vila das Paraguaias. Por alusão à história dos clubes da capital, o primeiro a adotar uma cor para seu uniforme foi o Guarany: camisa vermelha, calção branco. Não deu em outra. Dias depois instituiu-se o uniforme oficial do Pereiropolitano: calção preto, camisa azul.

O primeiro Guá-Perê oficial foi disputado em 6 de abril de 1925. O resultado, decidido nos últimos instantes de partida, foi Garany 4 X Pereiropolitano 5. A vantagem do clube do “lado de cá” é até hoje um pouco maior que o outro.

Um fato interessante é que em 1993 foi aprovada uma lei na câmara de vereadores de Pereirópolis, onde não haveria mais “vilas” em na cidade. Dessa forma, a comunidade coletivamente chamada Vila das Paraguaias foi oficialmente denominado Bairro Guarany, em honra ao histórico clube de futebol. A história da fundação do lugar ficou absolutamente esquecida. A ponto de o maior goleador do Pereiropolitano chamar-se José Cavalheiro, o Canhotinho de Assunción, nascido ali do outro lado do rio Macaco, na Vila das Paraguaias. Ou melhor, no Bairro Guarany.



E-mail: Fale com o Autor





Fotos Adicionais


Classificação Média dos Visitantes:    0.00 (até 5)
Número de votos: 0 Votos

Vote no artigo:
 Comentários dos visitantes (0)
escreva um comentário (NÃO é para contatar o site)
(Não foram encontrados comentários. O seu pode ser o primeiro!)




 
     

 


Mapa do Site | Termos de Uso | Política de Privacidade | Fale a Seus Amigos |

Copyright © 1995-2014, Infomídia Produções. Todos os direitos reservados.
Este é um site de divulgação sobre o Estado do Rio Grande do Sul. Quer contribuir? Sua contribuição será muito bem-vinda.