Buscar em     por     
     Minha Conta/Login | Publicidade | Contato     

     Home    PUBLICAR   CADASTRO   Pets Brasil   Postais   Busca RS   Ajuda










  Categorias

Ver Todas as Categorias

Procurar por municípios


  Serviços

Procura um novo amor? Cadastre-se grátis no Cupido BR

Mande postais gratuitos do RS e de todo o país. Agende eventos


  Destacados


Dr. MARCO TÚLIO VICHINSKI ROCHA



     

Você está aqui:   Home > História Gaúcha > Colonização > Apresentação

Como foi a colonização no Rio Grande do Sul

Comentários | Adicionar a Favoritos | Enviar a Amigos |


Page Views: 5887
Publicação: 08/09/2007

 O Rio Grande do Sul foi o estado em que a colonização obteve maior sucesso durante o século passado. Em diferentes épocas a colonização esteve sob direção do governo central ou do governo gaúcho. Estes criavam colônias nas terras devolutas da união, que eram doadas (até a década de cinquenta do século passado) ou vendidas. Também existiram colônias particulares, geralmente surgidas em áreas próximas às das colônias oficiais, em que a terra era vendida por companhias particulares.
 
 A grosso modo, a política brasileira de colonização pode ser dividida em três fases. Na primeira, que foi de 1808 a 1830 o governo brasileiro estimulou a colonização e tomou iniciativas para promovê-la, dirigindo-a e organizando-a. Na segunda, de 1830 a 1848, a colonização foi suprimida. A partir da lei do orçamento de 15 de dezembro de 1830 foi anulado todo e qualquer crédito para a colonização estrangeira. No Rio Grande do Sul esse período coincide com a Revolução Farroupilha (1835-1845), que paralisaria a vida econômica da Província. A última fase - dentro do período do Império - vai de 1848 a 1889, e nela o governo central procura incentivar apenas a imigração e não a colonização. O objetivo, nessa fase, era substituir a mão-de-obra escrava pela livre.
 
 No caso do Rio Grande do Sul, é possível traçar uma delimitação mais exata: entre 1848 e 1874 o governo provincial se encarregou da administração das colônias e da introdução de colonos. De 1874 a 1889 o governo provincial abandonou a colonização, que foi parcialmente retomada pelo governo geral. Finalmente, a partir de 1890 até 1914, o governo do estado dirigiu novamente as atenções para a colonização. Foi principalmente nessa fase que se ocupou a região do Planalto.


Fonte:   Lígia Gomes Carneiro





Fotos Adicionais


Classificação Média dos Visitantes:    1.67 (até 5)
Número de votos: 3 Votos

Vote no artigo:
 Comentários dos visitantes (0)
escreva um comentário (NÃO é para contatar o site)
(Não foram encontrados comentários. O seu pode ser o primeiro!)




 
     

 


Mapa do Site | Termos de Uso | Política de Privacidade | Fale a Seus Amigos |

Copyright © 1995-2014, Infomídia Produções. Todos os direitos reservados.
Este é um site de divulgação sobre o Estado do Rio Grande do Sul. Quer contribuir? Sua contribuição será muito bem-vinda.