Buscar em     por     
     Minha Conta/Login | Publicidade | Contato     

     Home    PUBLICAR   CADASTRO   Pets Brasil   Postais   Busca RS   Ajuda










  Categorias

Ver Todas as Categorias

Procurar por municípios


  Serviços

Procura um novo amor? Cadastre-se grátis no Cupido BR

Mande postais gratuitos do RS e de todo o país. Agende eventos


  Destacados


Dr. MARCO TÚLIO VICHINSKI ROCHA



     

Você está aqui:   Home > História Gaúcha > Temas Diversos > O Gaúcho > O Gaúcho no Passado

Relação do gaúcho com a guerra

Comentários | Adicionar a Favoritos | Enviar a Amigos |


Page Views: 1146
Publicação: 08/09/2007

 Para Diogo de Souza, comandante das armas da Capitania do Rio Grande entre 1809 a 1814, em carta às autoridades militares da coroa que explica o motivo de sugerir a cavalaria artilhada, “ é indispensável afastar a idéia do serviço a pé. Acostumados a andarem desde criança a cavalo, (...) tem grande desprezo em serem alistados na infantaria e na artilharia a pé; quando aliás se prestam voluntariamente para assentar praça nos regimentos de cavalaria, nos quais, ao contrário do que acontece naqueles, são raras as deserções.”
 
 Saint-Hilaire nos diz que por volta de 1820 a província estava ficando perigosamente militarizada. Isto porque quando o Brasil entrava em guerra com algum país buscava a maioria dos seus soldados nesta província por estarem mais afeitos as lutas.
 
 Garibaldi diz em 1860 lembrando os farrapos e a revolução da qual participou quando jovem em carta a um antigo farrapo Domingos José de Almeida: “(..) Onde estão agora esses belicosos filhos do continente, tão majestosamente terríveis nos combates?(...) Ó! Quantas vezes tenho desejado nestes campos italianos um só esquadrão de vossos centauros, avezados a carregar uma massa de infantaria com o mesmo desembaraço como se fosse uma ponta de gado?”
 
 Garibaldi também diz em suas memórias: “A ala direita obedecia ao general Netto e a direita a Canabarro. Assim as duas alas eram compostas unicamente pela cavalaria e, indiscutivelmente, pela melhor cavalaria do mundo”. (Garibaldi na batalha de Taquari narrada a Dumas).


Fonte:   Evaldo Muñoz Braz





Fotos Adicionais


Classificação Média dos Visitantes:    5.00 (até 5)
Número de votos: 1 Votos

Vote no artigo:
 Comentários dos visitantes (0)
escreva um comentário (NÃO é para contatar o site)
(Não foram encontrados comentários. O seu pode ser o primeiro!)




 
     

 


Mapa do Site | Termos de Uso | Política de Privacidade | Fale a Seus Amigos |

Copyright © 1995-2014, Infomídia Produções. Todos os direitos reservados.
Este é um site de divulgação sobre o Estado do Rio Grande do Sul. Quer contribuir? Sua contribuição será muito bem-vinda.